Empresas fintechs: saiba como fazê-las mais lucrativas

Camila Wolfer

Coordenadora de Relacionamento na Migrate. Graduada em Sistemas de Informação, é responsável por estreitar a comunicação com nossos parceiros.

0 Comments

Desde que as fintechs surgiram, o consumidor brasileiro se livrou das constantes burocracias existentes nos bancos, sem falar na necessidade de ir às agências para resolver situações corriqueiras do dia a dia no que diz respeito às transações financeiras. Consolidadas no mercado, essas empresas ganham cada vez mais espaço.

O principal motivo é que elas facilitam a vida de milhões de brasileiros. Apesar de a grande maioria ter uma estabilidade no mercado, é possível aumentar ainda mais a lucratividade, como mostraremos neste post. Confira!

Entenda o que são fintechs

As fintechs são empresas financeiras que utilizam a tecnologia para oferecer serviços mais ágeis e focados no universo digital. Assim, os consumidores têm acesso a serviços que vão bem além do que um simples banco, podendo realizar inúmeras transações sem a famosa burocracia das instituições tradicionais.

Os cartões de crédito, por exemplo, podem não ter taxas, os empréstimos são fechados virtualmente, entre outros. Veja algumas opções oferecidas por essas empresas:

  • pagamentos;
  • bitcoins;
  • controle financeiro;
  • crowdfunding;
  • investimentos;
  • seguros;
  • gestão financeira etc.

Conheça o mercado das fintechs no Brasil

O mercado das fintechs no Brasil está no auge, em razão das facilidades fornecidas pelo universo digital. Como as pessoas querem solucionar as suas demandas com rapidez e por meio de serviços com valores justos, a existência de instituições financeiras a um clique de distância toca justamente nessa tecla.

Sabendo-se que há mais celulares no país do que habitantes, as fintechs têm crescido exponencialmente. Para você ter uma ideia, de acordo com estudo da Finnovation, intitulado mapa das fintechs, há um aumento médio de mais de 20% por ano na abertura dessas empresas.

Houve, ainda, a ampliação de 377 para 507, de 2018 para 2019, no Brasil — um crescimento de 34%. Além da redução nos custos e otimização do tempo, outro aspecto que tem despertado o interesse das pessoas pelas fintechs é a satisfação referente aos serviços prestados.

No ranking dos melhores bancos do país, as seis primeiras posições são ocupadas por instituições financeiras digitais. Portanto, o mercado das fintechs está em alta e ainda crescerá muito mais no país, principalmente agora, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Diante desse desafio, as empresas precisam se preparar, contando com softwares adequados para desbancar a concorrência. É preciso oferecer serviços acessíveis e que satisfaçam as necessidades dos clientes.

Nicho de mercado promissor

Cerca da metade da população brasileira não tem acesso aos serviços bancários. É exatamente esse público que 35% das fintechs querem conquistar, como apontou o estudo da Finnovation.

Além desse segmento, as fintechs também querem o mercado B2B, com foco em empresas e instituições financeiras. Esse desejo corresponde a 28% das empresas digitais. Dessa maneira, as fintechs têm um vasto campo para atuação no Brasil, ou seja, o crescimento é inevitável.

Aprenda a aumentar os lucros em sua fintech

Agora que você já teve um panorama sobre a realidade das fintechs no país, vamos apontar algumas dicas que poderão ajudar a aumentar a lucratividade. São orientações alicerçadas nas inovações disponíveis, com foco no auxílio dos usuários. Afinal, as pessoas estão cada vez mais conectadas e querem qualidade nos serviços prestados. Vamos a elas!

Esteja atento ao mercado

A primeira dica é bem primária, mas fundamental. Uma fintech só conseguirá aumentar os lucros se estiver conectada com os desejos do seu público-alvo, assim como com as tendências do mercado.

É preciso ficar atento às pluralidades e também demandas existentes, e nas possibilidades de integração. Faça pesquisas, utilize os dados para auxiliar nas tomadas de decisões e acompanhe sempre o comportamento dos seus clientes. Assim, a oferta dos serviços poderá ser correta, atingindo os resultados previamente definidos.

Explore a tecnologia

Uma excelente maneira de aumentar os lucros da sua fintech é por meio da utilização das tecnologias existentes, como a inteligência artificial e softwares específicos para melhorar a experiência do usuário. Ela também é fundamental para manter a segurança operacional, evitando invasões de hackers.

Além disso, a data science contribui com o planejamento estratégico, antecipando o comportamento dos clientes. Esse fato gera insights, ou seja, o desenvolvimento de inovações ficará aprimorado.

Entre os exemplos, podemos citar a machine learning, que monitora rotinas online dos clientes e suas respectivas preferências. Dessa forma, é possível oferecer produtos que estejam alinhados com os desejos do seu público, adquirindo mais clientes e, consequentemente, lucros.

Invista em um atendimento de qualidade

Uma das vantagens das fintechs é, justamente, a agilidade e a desburocratização. Facilidades que devem se repetir no atendimento aos clientes. Para fidelizá-los, nada melhor do que o investimento em qualidade no relacionamento.

A valorização do ser humano deve ser uma premissa. Portanto, caso um cliente entre em contato, faça o melhor para atendê-lo rapidamente, solucionando a pendência.

Vale a pena, também, ser transparente na comunicação. Apresente corretamente as vantagens e riscos de determinados investimentos, tanto quanto sobre os produtos disponíveis.

Com isso, a credibilidade aumentará, fazendo com que os clientes confiem em seus serviços, inclusive, podendo se transformar em influenciadores positivos da sua fintech.

Conte com uma equipe capacitada

Investir em capacitações é essencial para manter a equipe da sua fintech preparada para oferecer os melhores serviços. Além disso, colaboradores comprometidos são mais eficientes, aumentando o índice de produtividade e a satisfação dos clientes.

Portanto, desde a seleção até o dia a dia corporativo, sempre é importante motivar a sua equipe, oferecendo incentivos que estejam sintonizados com a constante atualização profissional.

Faça parcerias

A efetivação de parcerias sólidas é uma atitude que se faz necessária quando o foco é o aumento da lucratividade de uma fintech, a automação e a emissão de documentos fiscais. Ela pode acontecer com investidores anjos, com outras empresas que dominam áreas correlacionadas, como no fornecimento de softwares, entre diversos segmentos.

Ao seguir as nossas dicas, certamente, a sua empresa conseguirá aumentar a lucratividade e a presença de mercado, aproveitando o bom momento da internet e dos serviços digitais. Portanto, aja com entusiamo e faça com que a sua fintech seja reflexo de sucesso, tanto para quem trabalha quanto para os clientes que acreditam nos seus serviços e produtos.

Viu como é importante sempre investir em tecnologia? Quer inovar ainda mais em sua fintech? Então, fale com um de nossos consultores e conheça as soluções que podemos oferecer!

Camila Wolfer

Coordenadora de Relacionamento na Migrate. Graduada em Sistemas de Informação, é responsável por estreitar a comunicação com nossos parceiros.

About the Author

Camila Wolfer

Camila Wolfer

Coordenadora de Relacionamento na Migrate. Graduada em Sistemas de Informação, é responsável por estreitar a comunicação com nossos parceiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *