Santa Catarina terá NFC-e em 2020

Fabio Anderlei Crestani

Analista de Negócios Plataforma InvoiCy atuando na Migrate desde 2011. Graduado em Administração - Comércio Internacional, pós graduado em Gerenciamento de Projetos e MBA em Gestão com Pessoas.

0 Comments

Ainda em 2019, os auditores fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF/SC) e representantes das Associações Catarinense de Supermercados (Acats) e das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro/SC) estiveram reunidos, para debater sobre a implantação da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e modelo 65), em Santa Catarina. Lembrando que esta é a única unidade federada, que ainda não permite a emissão deste modelo de documento.

Conforme anunciado pelo diretor da Administração Tributária (DIAT) da SEF/SC, Rogério de Mello Macedo da Silva, a previsão era de que a emissão da NFC-e fosse implementada ainda no início de 2020. 

O projeto da NFC-e em SC

Pois bem, nestes meses iniciais de 2020 a Administração Tributária de Santa Catarina deu sequência ao planejado, onde as atividades seguirão em formato de Projeto Piloto. Em uma das atividades a Administração Tributária de Santa Catarina selecionou de forma controlada empresas do setor varejista que tenham a infraestrutura e os recursos técnicos necessários, para emitir o novo modelo de documento (NFC-e). Esta restrição é para preservar o Sistema de Administração Tributária (S@T), que opera no limite de sua capacidade operacional e não pode gerar prejuízos aos demais usuários que integram com esta plataforma.

Portanto, também faz parte do projeto piloto os ajustes e a expansão da capacidade de processamento do Sistema de Administração Tributária (S@T), para atender à nova demanda de emissão de NFC-e no estado.

Então, seguindo as fases do Projeto Piloto, já no mês de abril/2020 poderão ser iniciados os testes de emissão de NFC-e, com as empresas selecionadas.

A legislação

A legislação para a adoção do uso da NFC-e em Santa Catarina, assim como a regulamentação das ferramentas de automação comercial envolvidas, serão publicadas em breve.

Importante destacar que em vários momentos, o gerente de fiscalização da SEF/SC Felipe Letsch, afirma que foram definidas premissas próprias para o uso da NFC-e, com a finalidade de manter o excelente controle que o estado tem sobre o varejo.

“O modelo legal definido prevê a continuação do uso do Programa Aplicativo Fiscal (PAF-ECF), fornecido por desenvolvedor credenciado junto à Administração Tributária. As contingências na emissão da NFC-e, um dos pontos mais críticos no uso deste tipo de documento fiscal eletrônico, serão tratadas com o uso de equipamento ECF, primeiramente”, esclareceu.

Como o InvoiCy pode te ajudar!

A Migrate através da plataforma InvoiCy, disponibiliza a emissão de NFC-e em todo o território nacional, onde o modelo é permitido. Assim que Santa Catarina liberar a emissão em homologação/produção, nossos parceiros através do InvoiCy, poderão migrar seus clientes (emissores de ECF) de SC para este novo modelo e ainda, ampliar sua base com novos clientes emissores.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Fabio Anderlei Crestani

Analista de Negócios Plataforma InvoiCy atuando na Migrate desde 2011. Graduado em Administração - Comércio Internacional, pós graduado em Gerenciamento de Projetos e MBA em Gestão com Pessoas.

About the Author

Fabio Anderlei Crestani

Fabio Anderlei Crestani

Analista de Negócios Plataforma InvoiCy atuando na Migrate desde 2011. Graduado em Administração - Comércio Internacional, pós graduado em Gerenciamento de Projetos e MBA em Gestão com Pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *