Status “Em Conflito”. Saiba o que é e como corrigir

Leonardo Peres

Analista de Sistemas na Migrate. Bacharel em Sistemas de Informação SETREM e cursando MBA em Tecnologia para Negócios PUCRS. Liderança em projetos de NFS-e, com participação na NFS-e Nacional.

0 Comments

Olá! Neste artigo vamos abordar uma característica com pouca ocorrência na emissão de NFS-e, mas que em alguns municípios pode tornar-se um problema. Vamos falar sobre quando o status do documento retorna Em Conflito. 

Quando ocorre esse status? 

Nos municípios integrados com o módulo NFS-e do InvoiCy, em geral, a emissão ocorre com o RPS sendo enviado à prefeitura e retornando a NFS-e gerada, um protocolo para consultas futuras, ou a mensagem de rejeição. Em ambos os casos, podem ocorrer situações de falha na conexão ou time out – que é quando a prefeitura demora muito tempo para responder e a conexão é interrompida.

Na maioria das vezes, o próprio InvoiCy consegue se resolver destes problemas ao consultar na prefeitura se existe alguma NFS-e para o número de RPS informado. Entretanto, alguns municípios não possuem serviço de consulta, ou possuem um único método de consulta no qual é obrigatório informar o protocolo do documento. Considerando que se ocorrer falha ou time out na comunicação não é possível ler o protocolo retornado pela prefeitura, o InvoiCy fica impedido de identificar se a nota foi ou não convertida no município, e mesmo consultar essa situação já que não possui o protocolo.

Além das falhas de comunicação, também utilizamos o status Em Conflito quando o sistema classifica como grande a possibilidade de que o número de RPS enviado já tenha sido convertido anteriormente em outra nota, como por exemplo, direto no site da prefeitura ou através de outro sistema. Alguns dos critérios considerados são diferenças significativas na data de emissão informada no RPS e a retornada pela prefeitura, contexto de mensagens de erro, pulos de sequência onde esta é exigida, bem como comportamentos de emissão diferentes do habitual. 

Nos dois cenários descritos acima o documento irá gravar com status Em Conflito.

Como corrigir notas Em Conflito?

O primeiro passo será acessar o site de nota fiscal da prefeitura e consultar as últimas notas emitidas. Lá, identifique se a nota que está em conflito no InvoiCy já foi emitida ou não. Orientações sobre onde procurar, estão descritas no artigo de particularidades do padrão em nosso Portal dos Desenvolvedores.

Se existe a nota fiscal, você deverá informar ao InvoiCy que a nota está autorizada. Do contrário, é necessário informar que ela não foi emitida, assim o sistema poderá reenviar automaticamente.

Existem duas formas de informar o InvoiCy 

1 – Via API de integração. Detalhes completos no artigo.

2 – Via detalhes do documento: Através dos detalhes do documento, na aba suporte, existe uma opção “Atualizar Nota”.

Nossa sugestão é realizar a integração pela API diretamente com sua aplicação, pois dispensa a necessidade de acessar o InvoiCy para atualizar o documento. Um exemplo é oferecer uma popup ao usuário. 

Em quais padrões mais ocorre?

Os padrões que têm apresentado mais ocorrências de falha na conexão e/ou não possuem serviços de consulta compatíveis são (sem ordenação por ocorrência):

–       Assessor Público

–       CENTI

–       Comunix

–       D2TI

–       e-Governe ISS

–       E&L

–       GIAP

–       IPM

–       MITRA

–       NFPSe WS

–       OBARATECH

–       RLZ

–       SISNFE BAURU

–       SIGCORP (e variações)

–       SMARapd SIL Tecnologia WS (e variações)

–       WebISS

Conheça a Plataforma InvoiCy! 

Mantenha o foco no seu negócio! Nós cuidamos da emissão fiscal para você! Entre em contato com nossos consultores online e solicite uma apresentação da Plataforma InvoiCy agora mesmo!

Powered by Rock Convert

Leonardo Peres

Analista de Sistemas na Migrate. Bacharel em Sistemas de Informação SETREM e cursando MBA em Tecnologia para Negócios PUCRS. Liderança em projetos de NFS-e, com participação na NFS-e Nacional.

Posted in:
About the Author

Leonardo Peres

Leonardo Peres

Analista de Sistemas na Migrate. Bacharel em Sistemas de Informação SETREM e cursando MBA em Tecnologia para Negócios PUCRS. Liderança em projetos de NFS-e, com participação na NFS-e Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *